ITBR Importadora

NOTÍCIAS

Oliva no azeite

Um Pouco da História do Azeite

Posted on

Não há ao certo o conhecimento de sua origem, porém o seu uso é milenar, havendo registros de folhas de oliveiras fossilizadas datadas do Paleolítico e Neolítico. A Oliveira é uma árvore nativa do Mediterrâneo, na Grécia Antiga. Os fenícios, sírios e armênios foram os primeiros povos a consumi-lo, mas quem o introduziu posteriormente na Europa e no Ocidente, foram os gregos e romanos. E, desde o século VII a.C., o óleo de oliva começou a ser investigado pelos filósofos, médicos e historiadores da época em razão de suas propriedades benéficas ao ser humano.

O azeite só veio para a América do Sul, e América Central no Século XVI, e na América do Norte no século XVIII.

Atualmente, o Brasil é o segundo maior importador de Olivas fora da União Européia, perdendo apenas para os EUA.

E a ITBR faz parte deste processo trazendo para o Brasil azeites Italianos de alta qualidade, sabor e aroma. Confira.

PIEMONTE2

Vinhos Italianos – Piemonte

Posted on

Piemonte, localizada na região noroeste da Itália é uma região vinícola de prestígio, quase que exclusivamente identificada pela produção de grandes vinhos tintos , mas não podemos esquecer que nesta região também são produzidos excelentes vinhos brancos e espumantes famosos.

É inegável e fundamental, o papel desta região no desenvolvimento do vinho moderno, pois foi em Piemonte que deu-se início a revolução extraordinária que trouxe a Itália para o topo da produção de alta qualidade.

Nomes como Barolo, Barbaresco , Nebbiolo e Barbera são apenas alguns exemplos de vinhos e uvas que traduzem esta qualidade e excelência, no entanto, a herança do Piemonte também é rica em vinhos e uvas brancas de paladar agradável e aromático como a uva Moscato Bianco, que não é apenas usada para o famoso Moscato dAsti, mas também Arneis , Favorita, Cortese e Erbaluce.

Muitas vinícolas, ainda familiares, trabalham com produção artesanal de altíssima qualidade.

Piemonte, onde a paixão pelo vinho, e o orgulho que é passado de pai para filho, faz com que o sabor destes vinhos sejam ainda mais excêntricos.

Azeite Extra Virgem

5 Dicas do que considerar ao escolher seu azeite

Posted on

Algumas pessoas escolhem seus azeites pelo valor que cabe no bolso, outros compram por indicação e preferência, e existem aqueles que dedicam alguns minutos para pegar a garrafa ler seu rótulo e analisam a qualidade de acordo com o prato que deseja usar. Para fazer parte deste terceiro grupo, siga as dicas abaixo:

Dica 1
Os azeites extra-virgens tem acidez máxima de 0,8%. Azeite virgens até 2%. Semi-finos têm até 3,3% de acidez. Qualquer outro valor acima de 3,3%, não é próprio para consumo.

Dica 2
Observe sempre a data de fabricação. Ao contrário do vinho, quanto mais novo o azeite, melhor. Ele deve ser consumido preferencialmente dentro do primeiro ano da data de fabricação.

Dica 3
O azeite sofre com a ação da luz, portanto, dê preferência às embalagens de vidro escuro, ou latas de aço inoxidável ou cerâmica.

Dica 4
O azeite deve ser prensado à frio, desta forma são preservadas as suas propriedades nutritivas, aroma e sabor.

Dica 5
Preste atenção à cor. Se verde exageradamente intenso, pode indicar que folhas foram moídas juntamente com o fruto. Cores ocres, acobreadas ou marrom-amareladas, são sinais de que o azeite está velho ou em processo de oxidação.